Devese 2.0

Diretrizes Empresariais para a Valoração Econômica de Serviços Ecossistêmicos Versão 2.0
COMPARTILHE

As Diretrizes Empresariais para a Valoração Econômica de Serviços Ecossistêmicos (Devese) tem por objetivo auxiliar na gestão empresarial para valoração de suas vulnerabilidades e impactos sobre o capital natural, em especial as externalidades. Esta publicação apresenta a segunda versão da Devese, com aprimoramento dos métodos já existentes e novos métodos, abordando oito serviços ecossistêmicos: provisão de água, provisão de biomassa combustível, regulação da qualidade da água, regulação da assimilação de efluentes líquidos, regulação do clima global, regulação de polinização, regulação da erosão do solo e recreação e turismo.

Acesso à publicação

Adicionalmente aos oito serviços ecossistêmicos contemplados na Devese, foi desenvolvido um método possível de ser aplicado para os serviços de provisão de forma geral. Acesse aqui o método de serviços ecossistêmicos de provisão. 

 

Notas Técnicas

As notas técnicas orientam, de maneira complementar às Devese, como quantificar e valorar serviços ecossistêmicos para casos que apresentam especificidades metodológicas. Elas são resultado de um processo de pesquisa da equipe da Iniciativa TeSE junto à especialistas nos temas, iniciado a partir de demandas das empresas membros, e tem por objetivo proporcionar maior clareza e padronização para a quantificação e valoração de serviços ecossistêmicos.

As Notas Técnicas podem ser acessadas nos links a seguir:

Nota Técnica sobre aplicação das DEVESE e DESEC para hidrelétricas

Nota Técnica sobre aplicação das DEVESE e sua ferramenta de cálculo para Regulação do Clima Global

 

Casos empresariais de valoração de SE

Veja também os casos empresariais de aplicação das Devese