Grandes Obras na Amazônia: aprendizados e diretrizes - 2ª edição

COMPARTILHE

A iniciativa Grandes Obras na Amazônia – Aprendizados e Diretrizes tem como objetivo organizar e evidenciar lições aprendidas e recomendações, seja no âmbito das políticas públicas, seja no das práticas empresariais, para que se estabeleça um novo tipo de relação entre os grandes empreendimentos e os territórios que lhes são alvo. Liderada pelo Centro de Estudos em Sustentabilidade da Fundação Getulio Vargas (FGVces) e pela International Finance Corporation (IFC) do Grupo Banco Mundial, esta trajetória contou com o engajamento de quase 480 pessoas representando mais de 180 instituições durante quase três anos dedicados a formular diagnósticos, ferramentas práticas e um conjunto de diretrizes em sete frentes temáticas: Planejamento e Ordenamento Territorial; Instrumentos Financeiros; Capacidades Institucionais; Povos Indígenas, Comunidades Tradicionais e Quilombolas; Crianças, Adolescentes e Mulheres; Supressão Vegetal Autorizada; e Deslocamentos Compulsórios.

A principal novidade – e o foco desta atualização – é a inclusão de um conjunto de diretrizes resultante do grupo de trabalho sobre deslocamentos compulsórios. Disparador de profundas transformações sociais e fonte de constantes conflitos e violações de direitos humanos, o tema dialoga diretamente com os anseios e as preocupações das populações atingidas por grandes empreendimentos. Somam-se, assim, às lições que fundamentam as demais Diretrizes lançadas em 2017, extraídas de experiências quase sempre dolorosas da instalação e operação de grandes obras de infraestrutura, mineração e logística em territórios amazônicos.

Baixe aqui a publicação completa

Baixe aqui o resumo executivo desta publicação

Click here to download the English version of this publication

Haga clic aquí para acceder a la versión en español de esta publicación