inSPira realiza intervenções urbanas em São Paulo

Depois de uma bem sucedida campanha no Catarse, os alunos do FIS 10 vão às ruas e potencializam o conceito de "cidade para pessoas" 19/07/2015
COMPARTILHE

Por Milene Fukuda (GVces)

Foram muitas reflexões em conversas com especialistas e coletivos urbanos até que a décima turma do FIS, o inSPira, decidisse como levaria adiante o desafio proposto pelo Projeto Referência de realizar intervenções urbanas com o tema "cidade para pessoas". Todo o processo de aprendizado resultou na definição de um objetivo central traçado pelo grupo: sensibilizar a sociedade para inspirar um sentimento de pertecimento da cidade, que auxilia na formação de cidadãos engajados democraticamente.

Com isso em mente, a tática dos alunos foi a de mapear diferentes pontos da cidade para realizarem suas ações e foram além, por meio de um financiamento coletivo via Catarse, o inSPira lançou uma plataforma online que se propõe reunir conteúdo e coletivos que estão se movimentando pela cidade. "Acreditamos que a melhor forma de inspirar os curiosos e interessados no tema seja mostrando o trabalho que já está sendo realizado nessa área".

Clique aqui para conhecer a plataforma e confira abaixo momentos das intervenções.

Corrente do bem com brigadeiros no vão do MASP. As pessoas poderiam pegar os doces que alguém pagou ou deixar um doce um pago para o próximo.

Foi um sucesso!

A fiser Carolina Mello incentivou momentos de atenção plena e presença dentro de ônibus e vagões de metrô trazendo consciência para a respiração.

Confra seu depoimento em vídeo.

Os fisers elaboraram um delicioso picnic no Parque Ibirapuera.

Em seguida foram para a Avenida Paulista distribuir balões com mensagens variadas. Frases como "ligue para alguém com quem não fala há algum tempo e depois repasse o balão para um terceiro"  causaram emoção nos que receberam.

Esta moça pegou o celular na hora para fazer a ligação.

Foi uma tarde recheada de sorrisos e fotos.

No Parque da Juventude a intervenção teve a ver com requebrar o esqueleto. Em plena praça houveram apresentações de dança do grupo Bomboleta que acabaram por entreter muitos dos que lá passeavam.

As garotas arrasaram!

Esta dupla também.

Na Igreja do Glicério a intervenção planejada reuniu o coral Comunicantus para se apresentar logo após missa. Confira no vídeo um pequeno trecho do que rolou.

Ainda no Parque da Juventude,  outra intervenção elaborada pelo grupo inSPira foi uma aula gratuita de parkour com o praticante Érico Pirollo.

Depois do aquecimento, Érico incentivou os participantes a escalar as árvores do local aplicando algumas técnicas do esporte, sempre com segurança, claro.

O último ponto de intervenção foi no Largo da Batata. Foi lá que os fisers montaram brinquedos que divertiram toda a garotada. Teve cama elástica e piscina de bolinha.

E também slackline para os mais ousados.