Pegada hídrica e gestão corporativa de água na América Latina

Pesquisador do FGVces participa de encontro latino-americano sobre gestão de água na Cidade do México 26/09/2018
COMPARTILHE

Entre os dias 23 e 24 de julho de 2018, foi realizado o II Encuentro de la Comunidad de práctica de América Latina sobre huella de agua y gestión corporativa del agua na Cidade do México. O evento teve como objetivo fortalecer as capacidades de profissionais da região e avançar na avaliação dos impactos ambientais dos processos produtivos na água. O intercâmbio de experiências entre os participantes facilitou compreender como a aplicação do método de Pegada Hídrica (ISO 14046) está ocorrendo na América Latina.

Participaram do encontro 41 profissionais de 16 países: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Equador, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Peru, El Salvador e Uruguai. Os presentes eram provenientes da academia, centros de pesquisa, instituições públicas, consultorias, empresas e entidades de acreditação em normas técnicas. Do Brasil participaram apenas dois representantes, sendo um deles o pesquisador Ricardo Dinato, do FGVces.

Segundo Dinato, outros países da América Latina já encontram-se em um estágio mais avançado do que o Brasil na aplicação da Pegada Hídrica, como Colômbia, Chile, Peru e México. Pesquisadores desses países apresentaram diversos casos interessantes de projetos que foram desenvolvidos visando a redução no consumo de água após a realização de um estudo de Pegada Hídrica. O pesquisador brasileiro teve a oportunidade de apresentar alguns projetos que vêm sendo desenvolvidos no FGVces, que tem trabalhado com a ISO 14046 desde 2016 no contexto das Iniciativas Empresariais, da iniciativa Ciclo de Vida Aplicado (CiViA) e também trabalho do Programa de Política e Economia Ambiental do Centro.

A comunidade latino-americana que trabalha com Pegada Hídrica faz distinção entre os termos Huella de Agua e Huella Hídrica.

Huella de Agua: estudo utilizando a ISO 1404

Huella Hídrica: estudo utilizando o método do Water Footprint Network