Publicações do GVces em 2016

Confira nesta página nossos estudos, relatórios e publicações lançadas em 2016, além das edições da Página22 e P22_ON 19/05/2017
COMPARTILHE

ARTIGOS, ESTUDOS E PUBLICAÇÕES

Aprendizados da Simulação do Sistema de Comércio de Emissões - Propostas a partir da Experiência Empresarial

Este documento sistematiza e dissemina os aprendizados e o conhecimento gerados nos três anos de operação da SCE a fim de contribuir para o debate sobre precificação de carbono no Brasil.


Diretrizes Empresariais para Precificação Interna de Carbono

Desenvolvidas pela Plataforma Empresas pelo Clima (EPC) no âmbito da Simulação de Sistema de Comércio de Emissões (SCE), este relatório apresenta um conjunto de diretrizes para apoiar as empresas na definição de preço interno para emissões de gases de efeito estufa, um caminho cada vez mais utilizado pelos gestores para compreender possíveis efeitos de políticas de mitigação sobre seus negócios e investimentos.


Diretrizes Empresariais para a Valoração Econômica de Serviços Ecossistêmicos de Provisão

Desenvolvidas pela Iniciativa Empresarial do GVces Tendências em Serviços Ecossistêmicos (TeSE), estas diretrizes descrevem um método geral de valoração de serviços ecossistêmicos de provisão que atende a grande parte destes serviços relevantes para a economia brasileira.


Edificações sustentáveis e eficiência energética

Publicado no contexto da parceria entre FEBRABAN e GVces, este relatório tem como objetivo apresentar um conjunto de propostas para que o Sistema Financeiro Nacional (SFN) tenha condições de expandir o montante de recursos destinados ao financiamento de projetos que promovam a eficiência energética. Por eficiência energética entende-se conservação e uso racional de energia por meio de medidas de iluminação, de climatização (aquecimento e refrigeração) e envoltórias (ventilação natural e isolamento térmico). Inclui-se neste conceito a geração de energia por meio de fontes renováveis. O estudo se propõe, também, a subsidiar melhorias em mecanismos financeiros existentes ou a criação de novos instrumentos voltados para o financiamento dos projetos citados.


Entre o público e o privado - Caminhos do alinhamento entre o investimento social privado e o negócio

Realizada pelo GVces em parceria com o GIFE e o Instituto C&A, esta publicação explora o fenômeno do alinhamento entre investimento social privado (ISP) empresarial e o negócio no Brasil, a partir de uma extensa pesquisa bibliográfica e entrevistas com mais de 40 representantes de organizações da sociedade civil, academia, empresas e institutos e fundações empresariais.


Financiamento da Recomposição Florestal

Publicado no contexto da parceria entre FEBRABAN e GVces, este relatório tem como objetivo analisar a viabilidade econômico-financeira de modelos selecionados de financiamento para atividades de recomposição florestal no Brasil. O estudo considera, para fins de escopo, os estados de São Paulo, Paraná e Mato Grosso e as atividades produtivas de pecúaria, cana-de-açúcar e soja. Além disso, foi considerado também o enfoque da agricultura familiar em sistema de multicultivo.


Formação Integrada para Sustentabilidade: Impactos e Caminhos para Transformação

O objetivo deste artigo é apresentar o estudo de caso do FIS (Formação Integrada para Sustentabilidade), disciplina da FGV-EAESP que segue um modelo transdisciplinar e foi inspirada no PRME (Principles for Responsible Management Education). A partir das percepções de impacto de alunos e ex-alunos do FIS, o estudo levanta insights sobre as possibilidades de transformação individual que um espaço de experimentação livre e contextualizado pode permitir dentro de uma escola de negócios, assim como os desafios encontrados neste processo.


Indicadores de Belo Monte - Um diálogo entre condicionantes do licenciamento ambiental e o desenvolvimento local

Publicação final apresenta a matriz de indicadores e métricas temáticos para monitoramento do cumprimento das condicionantes do licenciamento ambiental da UHE Belo Monte, na região de Altamira (PA), além de identificar problemas e obstáculos e diagnosticar e propor encaminhamentos para eles.


 O papel da governança para a integração da adaptação na estratégia de desenvolvimento

Artigo de Guarany Osório e Inaiê Santos, do programa Política e Economia Ambiental do GVces, explora o papel da governança para que as questões relacionadas à adaptação à mudança do clima sejam incorporadas nas diversas agendas setoriais que sustentem a estratégia nacional de desenvolvimento e, mais que isso, sejam um indutor de integração e coerência nas políticas públicas. Publicado no Caderno Adenauer 2/2016.


Panorama de Energias Renováveis: Setor Industrial e América Latina

Produto de parceria entre o GVces e a Konrad Adenauer Stiftung (KAS), este estudo visa apresentar um panorama do consumo energético industrial de fontes renováveis no Brasil e em alguns países da América Latina, tais como o Chile, a Colômbia, o México e o Peru.


Precificação de carbono no Brasil: perspectivas e aprendizados a partir de uma simulação de mercado cap-and-trade

Artigo de Mariana Nicolletti e Guilherme Lefèvre, do programa Política e Economia Ambiental do GVces, traz a experiência da Simulação do Sistema de Comércio de Emissões (SCE) para analisar as possibilidades para a precificação de carbono no Brasil através do estabelecimento de um sistema cap-and-trade de comércio de permissões de emissões. Publicado no Caderno Adenauer 2/2016.


Retorno Econômico de Projetos de Sustentabilidade

Fruto de parceria com a Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammernarbeit (GIZ), o estudo é resultado de um ano da iniciativa para análise econômico-financeira de projetos de sustentabilidade realizada no âmbito do Programa Emerging Market Multinationals Network for Sustainability (EMM). A publicação traz informações sobre onze estudos de caso de sete empresas participantes da iniciativa e com operações hoje no Brasil. 


Riscos e oportunidades associados ao capital natural para o setor financeiro

Publicado no contexto da parceria entre FEBRABAN e GVces, este relatório tem como analisar os riscos e oportunidades de operações financeiras em setores de uso intensivo de capital natural, identificando tendências, avanços e desafios para o controle do desmatamento em cadeias produtivas da soja, madeira e óleo de palma, apontando riscos e oportunidades de operações com estes setores pelo setor bancário, visando conciliar o fortalecimento da agropecuária com critérios de responsabilidade socioambiental.


Sustentabilidade na Gestão de Fornecedores - Protocolo de Matriz de Risco

Lançada em maio de 2016, esta publicação traz os resultados do trabalho desenvolvido pelo Grupo de Trabalho (GT) sobre Gestão de Fornecedores em 2015 e apresenta uma proposta de protocolo para elaboração de uma matriz de risco da cadeia de fornecedores. Esta ferramenta pretende servir como referência para as empresas na integração da sustentabilidade na gestão de risco de suas cadeias de suprimentos.


 A terceira geração da sustentabilidade empresarial

Se no passado as empresas nem ao menos falavam de sustentabilidade, hoje muitas percebem que vivemos um novo momento, o qual precisa ser considerado na estratégia da corporação e está diretamente ligado ao destino do negócio. Artigo de Aron Belinky, coordenador do programa Produção e Consumo Sustentáveis do GVces.


Valoração Econômica de Serviços Ecossistêmicos Relacionados aos Negócios

A Iniciativa Empresarial do GVces Tendências em Serviços Ecossistêmicos (TeSE) apresenta casos empresariais de aplicação das Diretrizes Empresariais para Valoração Econômica de Serviços Ecossistêmicos (DEVESE) e para Relato de Externalidades Ambientais (DEREA) no ano de 2015.


REVISTA PÁGINA22

    

    


P22_ON