Sobre a Simulação do Sistema de Comércio de Emissões

09/05/2018
COMPARTILHE

Esta iniciativa tem como objetivo criar e disseminar conhecimento entre as empresas a respeito do funcionamento de um sistema de comércio de emissões, seus desdobramentos aos negócios e como pode contribuir para o alcance de metas de redução das emissões de GEE de forma custo-efetiva.

Em um sistema de comércio de emissões um limite de emissões é estabelecido (cap) e revertido em permissões que podem ser distribuídas e/ou vendidas para as empresas reguladas, as quais podem negociar entre si.

As regras e parâmetros da Simulação foram construídos em 2013, junto com as empresas participantes, tendo como base os sistemas de comércio de emissões em operação, como por exemplo, o da Califórnia e da União Europeia. De 2014 a 2017, foram realizados os quatros ciclos operacionais. Em 2018, quinto ciclo operacional, novas regras e parâmetros serão testados, os quais são resultado dos estudos e debates setoriais realizados ao longo de 2017 com os principais setores: agronegócio, energia, indústria, papel e celulose.

As empresas participantes da iniciativa devem conciliar suas emissões do ciclo vigente com permissões de emissões - título que confere a empresa o direito de emitir uma tonelada de carbono equivalente.

Todas as transações ocorrem na plataforma de negociação do Instituto BVRio - Bolsa de Valores Ambientais e são efetuadas com recurso financeiro fictício, EPCents (Ec$), com paridade ao real (Ec$1,00 = R$ 1,00).

Os dados de emissões utilizados são reais, abrangendo emissões de Escopo 1 das empresas participantes, registradas por meio do Registro Público de Emissões, do Programa Brasileiro GHG Protocol.

A Simulação conta com um Conselho Consultivo formado por especialistas nacionais e internacionais que contribuem para as tomadas de decisões estratégicas.

Conselheiros da Simulação no Ciclo 2018

  • Alexandre Kossoy - Banco Mundial
  • David Lunsford- Delta Carbon
  • Jeff Swartz - International Emissions Trading Association (IETA)
  • Mario Monzoni (FGVces)
  • Nicolette Bartlett – Carbon Disclosure Program (CDP) e We Mean Business
  • Pedro Moura Costa - Bolsa Verde do Rio de Janeiro (BVRio)
  • David Bontempo - Confederação Nacional da Indústria (CNI)
  • Stephan Schwartzman - Environmental Defense Fund (EDF)

Empresas participantes do Ciclo 2018 da Simulação